Congregação dos Santos Anjos

Em 24 de outubro de 1797, nascia, na cidade de Planches-em-Montagne, aquela que viria a ser a responsável pelo desafio de criar a Congregação dos Santos Anjos: Bárbara Elisa Poux, mais tarde MADRE MARIA SÃO MIGUEL.Sua espiritualidade é exemplo e inspiração para todas as que se tornarão religiosas dos Santos Anjos: “A espiritualidade das Irmãs se inspira nos Anjos – Adoração, Louvor, Contemplação, Serviço – e nas virtudes de Humildade, Simplicidade e Zelo.”
“Lutando contra ventos e marés”, mas sempre consciente de que “a educação abraça toda a existência e estende seus ramos fecundos sobre a família e a sociedade”, Elise lança-se à tarefa de educar jovens da sociedade francesa: primeiro em Poligny; a seguir em Lons-le-Saunier; depois em Morez, que se tornaria o lugar onde a congregação iria florescer. Mâcon é a próxima cidade a ser abençoada com uma fundação dos Santos Anjos. Dez anos mais tarde, em Dôle, no Jura, se estabelecia o mais novo braço da Congregação.Apesar das dificuldades, Mère Poux mantém-se confiante na Providência Divina até o momento de seu falecimento, às 16 horas e 10 minutos, do dia 22 de dezembro de 1855.
Sua morte foi   um rude golpe para as 26 irmãs, quase todas, ainda, sem haver completando os 30 anos. Mas ela  deixava-lhes o carisma:
 “Deviam tornar-se uma grande família, estendendo-se até o Brasil,   onde hoje,com fidelidade e amor, elevam um cântico de gratidão à própria mãe fundadora.”Dessa forma, em 22 de maio de 1893, três irmãs chegam ao Rio de Janeiro e fundam a primeira das várias casas que se instalaram no Brasil.
A Congregação dos Santos Anjos, que é de Direito Pontifício, surgiu como resposta a um apelo de Deus,reconhecido nas circunstâncias históricas do momento. Assim, a Igreja foi enriquecida com o Carisma que, ainda hoje e sempre, deve ser vivido autenticamente por nós, Irmãs dos Santos Anjos.
Em uma Sociedade marcada pelo esfriamento da fé e aversão aos valores religiosos,Madre Maria São Miguel viveu uma doação total a Deus, na abnegação de si mesma e por um zelo profundo e desinteressado pela Educação e pelas obras que respondiam aos apelos da Igreja de seu tempo. Tal objetivo continua sendo o ideal da  Congregação. Nossa Congregação  é de origem francesa, mas a Sede foi transferida para o Brasil em 1947. Na França, atualmente,temos  duas Casas: uma em Mâcon, onde funciona um Pensionato para Senhoras e Moças,e outra Comunidade em Perpignan, onde as Irmãs, além de atenderem na Sede Episcopal,também atuam em várias Pastorais, destacando a Catequese e a Liturgia.

Razões da vinda ao Brasil

As Irmãs francesas, há tempo, vinham pensando em partir para uma fundação em um outro país. Após muita oração e reflexão, estudaram várias possibilidades. Então, um sacerdote, irmão de uma aluna nossa na França, e que trabalhava no Brasil, descreveu a realidade brasileira de Escolas Católicas e que aqui havia um bom campo para Evangelização. Assim, as Irmãs em 1893, no dia 22 de maio, chegaram ao Brasil e se instalaram no Andaraí-RJ. Logo depois, transferiram-se para a Tijuca, à Rua 18 de Outubro, nº 95, onde funciona até hoje o Colégio dos Santos Anjos instruindo crianças e jovens da Educação Infantil ao Ensino Médio.

 

Tipo:
Feminino
Endereço:
Av Dezoito de Julho,, 210
Bairro:
Praça da Bandeira
Cep:
36.660-000
Caixa Postal:
cx. postal 45
Telefone:
(32) 3462-4100